quarta-feira, junho 20, 2018

O fracasso dos mediocres

A Lucasfilm mostra o perigo do puxa-saquismo para as corporações. O primeiro Star Wars foi um sucesso porque o George Lucas foi questionado em todos os pontos, teve que aceitar sugestões e confiar na expertise de outros.

Na prelogia feita nos anos 90 já vemos o impacto que o sucesso teve nos filmes. O George Lucas dos novos filmes estava cercado de yes-man, pessoas que faziam o que ele mandava e não questionavam as más decisões nos filmes.

Por fim, temos a Lucasfilm pós aquisição da Disney, não tem mais o George Lucas para se preocupar com a obra, somente um bando de gente carreirista que está mais preocupado em fazer política se ser promovido para o próximo cargo do que entregar um filme ou contar uma história.

Veja que uma empresa, com recursos ilimitados e uma franquia de sucesso que daria lucro com quase qualquer filme produzido consegue gerar um prejuízo de centenas de milhões de dólares simplesmente porque foi tomada por executivos genéricos e puxa-sacos, pessoas que sabem navegar no sistema mas que não tem talento ou inteligência para executar o trabalho delas.

sábado, junho 02, 2018

Mitos sobre a idade média

Na história oficial existia o iluminismo grego e romano, mas com a chegada do cristianismo a Europa entra na idade das trevas enquanto que o mundo árabe vive um era de ouro com grande desenvolvimento cultural e artístico. Isso mostra que os livros de história da escola não passam de panfletos, os fatos são:

1. A idade média foi criada por Roma. Com populismo e o aumento dos gastos públicos as pessoas começaram a fugir do império romano por causa dos impostos. Para evirar isso o Imperador constantino criou a lei que prendia as pessoas à terra, iniciando a servidão da idade média.

2. O império islâmico teve o seu auge porque pilhou todos os povos do entorno, o crescimento do islamismo no mundo destruiu milhares de culturas antigas.

3. Os árabes não preservaram a cultura grega, pelo contrário, eles destruíram tudo que podiam da Grécia. Quem fez isso foram os monges ortodoxos na Líbia e na Síria.

4. Durante quase 1000 anos a Europa foi sitiada pelos árabes, a gosta do continente foi despovoada por causa dos constantes ataques árabes que tinham como objetivo saquear e capturar escravos.

5. A idade média não foi um período de estagnação tecnológica, a agricultura e as artes militares tiveram grandes avanços, o que permitiu a Europa iniciar as cruzadas, que foram uma reação aos ataques árabes. O fim da destruição constante causada pelos islâmicos permitiu que a Europa florescesse.

6. Em muitas áreas a idade moderna não foi um avanço. O estado moderno era muito mais opressor do que o sistema feudal pois o rei absolutista tinha muito mais poder. Os impostos aumentaram de maneira abusiva, o que derrubou o padrão de vida da população.

7. Os piores eventos da história europeia ocorreram na idade moderna: Caça às bruxas, perseguição aos judeus e a peste negra.

quinta-feira, janeiro 25, 2018

Nordestinos pobres

Presidentes do Brasil nascidos no Nordeste:

Deodoro da Fonseca - Alagoas
Floriado Peixoto - Alagoas
Epitácio Pessoa - Paraíba
Café Filho - Rio Grande do Norte
Castelo Branco - Ceará
José Sarney - Maranhão
Fernando Collor - Alagoas
Lula - Pernanbuco

Dos 37 presidentes que o Brasil teve, 21% nasceram no Nordeste, mas por algum motivo existe algo especial em o Lula ser um presidente que nasceu lá.

Em uma rápida busca também dá para ver que os seguintes presidentes nasceram pobres:

Deodoro da Fonseca
Floriano Peixoto
Ernesto Geisel
Emílio Médici
Lula

Basicamente o exército brasileiro colocou mais nordestinos de origem humilde na presidência do que qualquer partido político, portanto parem de repetir a bobagem que o Lula é importante ou que é perseguido por conta da sua origem.


segunda-feira, novembro 20, 2017

Lista das medidas mais imbecis dos presidentes americanos nos últimos 100 anos

Woodrow Wilson: Criou o Imposto de Renda, entrou na I Guerra Mundial, apoiou a segregação racial, criou eleição direta para senadores, o que enfraqueceu o senado.

Herbert Hoover: Criou a grande recessão.

FDR: Estendeu a grande recessão por 10 anos, criou a previdência social, tentou implantar um semi-socialismo nos EUA.

Lyndon Johnson: Acabou com o padrão ouro, tentou novamente transformar os EUA em um país socialista.

Os EUA são um grande país não por causa dos seus presidentes, mas apesar deles.



quinta-feira, novembro 16, 2017

O nosso mugabe


Ocorreu um golpe de estado no Zimbabwe. Isso não deve melhorar em nada a vida das pessoas do país pois o golpe foi dentro do mesmo grupo que já comanda o país e que transformou uma da melhores economias da África em mais um inferno socialista.

Nos anos 90 o ditador Mugabe expulsou todos os fazendeiros brancos, que eram altamente produtivos, e entregou as terras para os seus apoiadores, que não sabiam diferenciar uma enxada de um ancinho. O resultado foi previsível, a produção despencou, a infraestrutura foi pilhada pelos bandidos do partido e hoje o país vive na miséria.

Esse é o projeto de poder do PT e o do MST e é isso que eles querem para o Brasil, destruir a nossa riqueza, jogar a população na miséria enquanto que os líderes do partido enchem os bolsos com a pilhagem.
 
 
 

domingo, novembro 12, 2017

Especialistas

Especialistas foram unanimes no apoio do estatuto do desarmamento.

Especialistas defenderam a nova matriz econômica do governo Dilma.

Especialistas elogiaram o modelo da UPP´s.

Especialistas falam sobre os benefícios das olimpíadas para o Rio.

Pois é, de "especialista" em "especialista" o país tem mais de 60 mil assassinatos por ano e a maior recessão da história. E o Rio então, tem tanto especialista lá que a cidade está pior que a Síria.

quinta-feira, novembro 09, 2017

O centro

O centro não existe.

Quando um político se diz de centro ele só quer disfarçar que na verdade é de esquerda e quando dizem que o eleitor é de centro eles querem disfarçar que os eleitores rejeitam a esquerda.

Exemplos:

Um político se diz de centro porque ele não apoia que os empresários sejam enforcados, somente que se aumente os impostos sobre os lucros, isso não é centro, é esquerda.

Já quando vão entrevistar um eleitor perguntam: "Você é à favor do trabalho escravo e do assassinato de gays", como qualquer pessoa de bom senso responde não, concluem que todos os eleitores são de centro.


domingo, setembro 10, 2017

Hitler Socialista

O cara cria um partido, chama ele de socialista, assume o controle dos meios de produção, para depois vir um mongolão que estuda sociologia e mora com os pais falar que ele é direitista. Isso que dá essa nova universidade feita de muita certezas e pouco estudo. Vamos ver o que o bigodudo falava:

"We are socialists, we are enemies of today's capitalistic economic system for the exploitation of the economically weak, with its unfair salaries, with its unseemly evaluation of a human being according to wealth and property instead of responsibility and performance, and we are determined to destroy this system under all conditions."

Adolf Hitler as quoted in Adolf Hitler: The Definitive Biography, John Toland, New York: NY, Anchor Books, 1992, p. 224. Hitler spoke to a crowd of 5000 at the Clou restaurant center on May 1, 1927. He paraphrased Gregor Strasser’s one-page Nazi talking points memo from June 15, 1926.

"After all, that’s exactly why we call ourselves National Socialists! We want to start by implementing socialism in our nation among our Volk! It is not until the individual nations are socialist that they can address themselves to international socialism."
Adolf Hitler according to Otto Wagener in Hitler Memoirs of a Confidant, editor, Henry Ashby Turner, Jr., Yale University Press (1985) p. 288

"This German Volksgemeinschaft is truly practical socialism and therefore National Socialism in the best sense of the word. Here everyone is obligated to carry his load."
Adolf Hitler, as quoted in Stagnation and Renewal in Social Policy: The Rise and Fall of Policy Regimes, editors: Martin Rein, Gøsta Esping-Andersen, and Lee Rainwater (1987) p. 63.


"The common good before the individual good. (Gemeinnutz geht vor Eigennutz)"
The Nazi 25-point Program, Adolf Hitler proclaimed his party's program on February 24, 1920 in Munich, Germany. Nazi Ideology Before 1933: A Documentation, Barbara Miller Lane, ‎Leila J. Rupp, introduction and translation, Manchester University Press (1978) p. 43.

sexta-feira, setembro 08, 2017

Obama, o Haddad americano

No Brasil, mesmo as pessoas que não são de esquerda acreditam que o Obama foi o melhor presidente da história dos EUA, mas não é bem assim. Obama foi um presidente extremamente autoritário, o tipo de autoritarismo de quem acha que só ele está certo tem. Durante a maior parte do seus dois mandatos ele governou por decreto, passando por cima do congresso e abusando de regulamentações para impor medidas que deveriam ser leis.

O melhor exemplo é o chamado Title IX, que é uma regulamentação que diz que uma universidade que receba verbas federais tem que tratar os gêneros igualmente. O governo Obama resolveu mudar a interpretação da lei e ditar que para cumprir o Title IX a universidade tem que investigar toda acusação de abuso sexual (o que não é função da universidade e sim da política) e que na investigação não se deveria seguir a constituição, mas sim um tipo de de corte de exceção onde o acusado não tem chance de se defender.

O Title IX gerou uma série de casos bizarros, teve um aluno que foi expulso porque escreveu o nome de uma atriz pornô em um prova e isso foi considerado abuso sexual contra a professora e diversos casos de sexo consensual em que o aluno do sexo masculino é expulso. Para os alunos isso é um inferno porque pode acabar com a vida de um jovem e para as universidade isso está virando uma dor de cabeça pois os alunos prejudicados que tem dinheiro para contratar um advogado estão processando as universidade e ganhando porque a regra do governo Obama não tem base legal.

O title IX é um dos exemplos mais gritantes, mas em diversas outras áreas Obama legislou através de decretos e regulamentações como se o grupo dele soubesse de tudo e não precisasse de discussões públicas com a sociedade.

quarta-feira, setembro 06, 2017

Governo Pirata

O Brasil não tem um governo legítimo, mas sim um governo de ocupação comandado por piratas. O povo não faz parte do governo, ele é o inimigo. As provas disso são:

1. Armas são proibidas, se você é um governo de ocupação você não vai querer um população armada.

2. Pistolas de 9mm são de uso exclusivo do exército pois em caso de uma guerra contra o povo as pessoas não poderiam roubar ou desviar munição do exército, esse é o mesmo motivo que os calibres usados na OTAN são diferentes daqueles usados pela Rússia.

3. Existe um aparato policial mais intenso para roubar bens das pessoas que estão entrando no país do que para evitar a entrada de drogas.

4. O governo não deixa que ninguém importe ou exporte nada sem provar que pagou o butim para o governo.

5. Toda e qualquer atividade econômica é controlada pelos bandidos, tanto para recolher o butim quanto para criar dificultas para vender facilidades.

6. Você não pode decidir o que você quer consumir, por exemplo, o governo usa os impostos para te obrigar a comprar a marca de carro X ou Y.

7. Você tem que comprar do governo o direito para fazer coisas que deveriam ser livres, como possuir um carro (IPVA), exibir um filme (CONDECINE), etc, etc.

8. Você não tem a propriedade de nenhum imóvel pois o governo pode a qualquer momento desapropriar a sua propriedade por qualquer motivo e pagar o que ele acha que deve.

9. Os piratas tomam metade do seu salário em impostos e retém mais uma parte no FGTS, que é um empréstimo compulsório. Depois o governo decide o que você pode fazer com esse dinheiro que é seu.

E depois tem gente que diz que era ruim quando o Brasil era uma colônia, melhor ser colônia de Portugal do que colônia do Geddel Viera Lima.