terça-feira, junho 23, 2009

Os nossos defensores da democracia

"Veja, o presidente (iraniano Mahmoud Ahmadinejad) teve uma votaçao de 61, 62%. É uma votação muito grande para a gente imaginar que possa ter havido fraude." - Disse Lula.

"Eu não conheço ninguém, a não ser a oposição, que tenha discordado da eleição do Irã. Não tem número, não tem prova. Por enquanto, é apenas, sabe, uma coisa entre flamenguistas e vascaínos." - Disse Lula de novo.

"O país tem seu próprio sistema. Bom ou ruim, isto cabe ao povo iraniano julgar, não cabe ao Brasil tomar uma posição", disse chanceler Celso Amorim.


Bem, acho que a melhor resposta para essa barbárie é o vídeo abaixo da garota Iraniana morta pela milícia do do Ahmdinejad:



Onde estão os bravos que lutaram contra a ditadura? Onde estão os valentes que conquistaram a democracia no Brasil? Provavelmente fumando charutos cubanos (outra grande democracia segundo nossos valentes) comprados com o dinheiro da bolsa ditadura (Algo em torno de R$ 2,8 bilhões[1])

[1] http://www1.folha.uol.com.br/folha/brasil/ult96u394785.shtml.