quinta-feira, fevereiro 26, 2015

Intervenção militar não adianta

Sou radicalmente contra uma intervenção militar.

Se em 1964 as pessoas que estavam praticando atos terroristas tivessem sido processadas dentro das regras do estado de direito, elas não teriam voltado décadas depois como heróis e não estariam agora destruindo o país.Ou seja, o golpe de 64 não acabou com os terroristas, só adiou os planos deles.

Intervenção militar além de ser ilegal, é contra-producente.