domingo, janeiro 11, 2009

O fim da Alemnha Oriental (sem ironias)

O fim da Alemanha Oriental é um belíssimo exemplo da luta das pessoas contra a tirania. O governo não caiu por fatores externos, brigas internas ou morte de líderes carismáticos. Ele caiu porque as pessoas simplesmente foram para as ruas disseram basta e o governo não teve coragem de metralhar as pessoas (nesse ponto eles foram muito mais decentes do que o governo Chinês).

Assisti dois filmes excelentes sobre o fim da Alemanha Oriental: "A vida dos outros", mostra o pesadelo Orwelliano que era a vida na Alemanha comunista, e "Adeus Lenin" é uma comédia divertidíssima sobre um filho que tem que esconder da mãe que se recupera de um coma que o comunismo acabou.

Ainda restam as abominações de Cuba e da Coreia do Norte. Cuba é uma especial vergonha porque ela é amplamente defendida por nosso artistas, professores universitários e outros psedo-intelectuais. Eu me recuso a ouvir as músicas de Chico Buarque porque é de extrema hipocrisia criar uma carreira criticando uma ditadora, para apoiar outra (http://contraburrice.blogspot.com/2006/06/chico-buarque-e-sua-cuba.html).

Nenhum país comunista se mantém sem fronteiras fortemente guardadas contra a sua própria população.