segunda-feira, março 03, 2014

Boi no pasto e outras considerações



  1. No Brasil a definição de esquerda é direita é a seguinte: se é aliado do PT é de esquerda, se não é de direita. O PSDB, que é um partido social-democrata, é chamado por debilóides de partido de direta. O Sarney, que decretou brevemente o comunismo no Brasil também era de direita, dai, se aliou ao PT e virou de esquerda.
  2. O comunismo primeiro destrói a economia, em seguida decreta o controle de preços, depois começa a perseguir empresários e comerciantes, que simplesmente abandonam as suas atividades econômicas, o que gera mais crise e mais atitudes estúpidas do governo. O plano cruzado teve todos esses elementos. Realmente podemos considerar que o regime comunista foi aplicado no Brasil nesse período, ele só não continuou porque o Sarney não teve força ou vontade de seguir os próximos passos de uma ditadura, que seria estabelecer uma polícia política e estatizar ainda mais a economia,  apesar de que a caça ao "boi no pasto" foi um passo na direção da coletivização do campo.
  3. As pessoas esquecem de que a liberdade econômica também é uma liberdade fundamental e que sem ela todas as outras se vão rapidamente. Você pode censurar um jornal explicitamente assim como você pode esmagado financeiramente. Essa obsessão contra a propaganda que os esquerdistas tem não é porque eles são contra a propaganda, logo eles que são os mestras da própria, mas sim, uma luta contra a imprensa independente. Se um jornal não pode anunciar daninho ou frango frito, de onde vai vir o dinheiro? Do estado e se o estado é o único financiador será que o jornal vai mesmo criticar o estado?