segunda-feira, março 24, 2014

Sou eu que pago você

Para você que trabalha.
Sabe aquela viagem que você não fez,
o brinquedo que vc não comprou para o seu filho,
os móveis de segunda linha que você teve que comprar,
o carro velho que você não pode trocar.

Todas essas limitação na sua vida são porque o fruto do seu trabalho não fica com você, metade do que você ganha é para sustentar

Sarneys, Lulas, e toda a corja de políticos etc.
para os sindicatos, MST, black bloc, e todos os "movimentos sociais",
para as ONGs, que de não governamentais não tem nada,
para os artistas, que no brasil vivem da Lei Rouanet,
para as pessoas que tem "consciência social", mas que
não geram nada para a sociedade, só tiram.

Imagina que de um dia para o outro o seu salário simplesmente dobrasse? É muito fácil, é só se livrar do governo parasita, criar um governo que sirva as pessoas, e não que se sirva delas. Um governo que não é um pai dos pobres, mas sim um prestador de serviços pagos.