segunda-feira, dezembro 14, 2015

A religião do aquecimento global

Na religião global do politicamente correto é proibido questionar as medidas criadas pelos governos para combater o aquecimento global, por mais estúpida que elas sejam. Por exemplo, pelas regras atuais os grandes motores aspirados das Ferraris estão proibidos, o que é uma medida feita somente para agradar os que tem inveja dos outros pois uma Ferrari tem efeito zero sobre a emissão de CO2 porque são muito poucas e em geral os seus donos quase não as dirigem.

Uma medida efetiva seria substituir todas as usinas elétricas de carvão por usinas nucleares, isso realmente reduziria a emissão de CO2, muito mais do que carros elétricos, muito mais do que álcool de milho. Mas isso é proibido porque o pessoal do politicamente correto não aprova essa coisa feia chamada energia nuclear, preferem comemorar esse último acordo de Paris, que vai significar uma transferência enorme de dinheiro para ditadores e politicos corruptos do terceiro mundo. Picaretas sempre sabem  usar a ignorância para faturar.