quinta-feira, fevereiro 25, 2010

Vergonha, Vergonha


Nesse mês morreu Orlando Zapata Tamayo. O crime dele foi dizer o que pensa, por isso foi condenado a trinta anos de prisão pelos senhores que estão na foto acima. Após passar 7 anos em uma prisão cubana, provavelmente sendo torturado, decidiu fazer uma greve de fome, como represália o diretor da prisão cortou a água de Orlando Zapata Tamayo, que morreu de falência nos rins no dia 23 de fevereiro.

Quando Lula e a cúpula do Brasil se colocam junto com os assassinos de Orlando Zapata Tamayo como se estivessem na Disney fotografando o pateta eles ofendem todos aqueles que lutam contra a tirania, ele envergonha o estado brasileiro.

Não vai haver filme estrelado pelo Benício Del Toro sobre Orlando Zapata Tamayo, o Chico Buarque não vai fazer canções para a mãe dele, o Saramago não vai se indignar com a sua morte, porque para os intelectuais a pessoa que morre não é importante, a única morte que lhes interessa é a morte que é favorável à causa que eles defendem.