quarta-feira, abril 30, 2014

Manifesto do Pedágio

PTista tem um fetiche com pedágio. Em qualquer discussão com um PTista ele tenta colocar o pedágio nela. Por exemplo: "Os estádios da copa são elefantes brancos", resposta: "Mas os pedágios, que caros, daria para construir muitos estádios com o dinheiro do pedágio."

É impressionante como o PTismo está sempre errado. O pedágio é uma taxa boa porque ela é paga em troca de um serviço e por isso é possível cobrar resultados sobre o que é pago, e mais, no caso de São Paulo, as estradas pedagiadas são um dos poucos serviços públicos que funcionam.

As pessoas falam: "Mas eu já pago os impostos". Sim se paga muitos impostos no Brasil, mas o correto não é pedir o fim do pedágio, mas sim a dimnuição dos impostos.

Se você tira o pedágio e passa a financiar a estrada com dinheiro dos impostos, o resultado é que o pobre está subsidiando o fim de semana no Guarujá do rico.

As pessoas reclamam do pedágio para o litoral. Realmente é muito caro, e é caro porque esse pedágio subsidia a manutenção da Anchieta entre São Paulo e o ABC. Ou seja, que vai para a praia tem que pegar pelos milhões de carros que circulam no trecho urbano da estrada, mesmo que a pessoa nunca use a estrada para ir até São Paulo, ela tem que pagar por esse serviço.

Seria muito mais racional cobrar um pedágio baixo no trecho urbano e reduzir o pedágio para a descida da serra.  Se você cobrar 2 reais por dia, na semana isso representa 10 reais, o que é muito menos do que já se gasta de combustível. Devido ao volume de carros, esse valor permitiria reduzir fortemente o pedágio para ir até o litoral e seria mais justo.