domingo, agosto 28, 2016

A questão da escravidão

O trafico de escravos feitos por europeus foi terrível, mais de 12 milhões de africanos foram trazidos para as Américas. Algo terrível. Só que os Muçulmanos escravizaram em torno de 150 milhões de africanos. Muitos se perguntam porque nunca houve uma grande civilização na África, muito provavelmente porque os constantes ataques dos Árabes depois do século VIII impediram a formação de qualquer estado.

Apesar dos horrores da escravidão, havia na América cristã o conceito de que você devia tratar os escravos de uma maneira minimamente decente, para os padrões atuais o tratamento dos escravos era algo indecente, porém, ainda assim era muito melhor do que o tratamento que os Árabes davam aos escravos. Quer uma prova disso? É só notar que existe uma grande população de descendentes de escravos negros nas Américas, mas não existe uma população de negros no oriente médio, apesar deles terem escravizados 10 vezes mais africanos? Porque isso? Porque os escravos levados até a Arábia eram transformados em Eunucos e os filhos de escravas eram mortos.

A sim, além dos 150 milhões de escravos negros, os Islâmicos escravizaram 50 milhões de pessoas de outros povos, incluíndo 1 milhão de Europeus. A costa de Italia e da Espanha ficaram despovoadas por causa dos ataques dos piratas muçulmanos.

Curiosamente não existe nenhum dos cobradores de dívidas históricas indo bater na porta da Arabia Saudita.