domingo, outubro 09, 2005

Congressos

Semana retrasada fui à um congresso em Foz do Iguaçu, e esta semana estou em outro congresso em Caxambu, até parece que sou importante.

Em Foz eu fiquei 5 dias em um hotel 5 estrelas, e um dia um hotel de muambero, só para manter as coisas nas sua devida realidade. Havia mandado a bagagem um dia antes com o pessoal do lab, fiquei somente com a mochila e sem saber para onde ir. Procurando hotel na cidade eu fui abordado por um cara, ele começou a me falar sobre o hotel X e Y que tinha ar-condicionado, TV, etc, falei que não queria nada disso, somente um hotel barato. "30 reais está bom para você?", "Sim, mas tem risco de vida? ", "Não, é um hotel família, mas tem uns de R$ 25 que eu não recomendo.", "Ok, 25 reais é risco de vida, 30 tudo bem", é sempre bom conversar com a população local, o cara também me avisou para não sair do centro da cidade, nem ficar na rua depois das 2h da manhã. Não teve problema, deixei a mochila no hotel, fui comer em um confeitaria muito gostosa e depois voltei e dormi, estava exausto.


Atravessei a fronteira com o Paraguai de moto-taxi: "Uno real para cruzar a fronteir". O Paraguai se parece com o esterótipo de republiqueta latino-americana, Cidade del Est é um lugar horrível, uma 25 de março piorada. Mas comprei um
iPod e um pen-drive, novos brinquedinhos de nerd.

Agora estou no Hotel de Glória da Caxambú. Deveria se chamar Glória do Passado, pois é um hotel luxuoso decadente. Mas o salão é muito legal, tenho a impressão que o Zorro vai aparecer à qualquer momento. Pelo menos a comida é muito boa, melhor que do hotel 5 estrelas, menos sofisticada, porém mais saborosa, e o doce de leite é fantástico.

Esse congresso se chamava ICOBICOBI, mas as pessoas acharam que o nome era muito idiota e modaram para outro nome idiota: X-Meeting. Na verdade deveria se chamar XY-Meeting, pois só tinha homem. No penúltimo dia apareceu uma menina muito bonita, depois eu descobri que ela era bióloga, aluna de graduação. Mas os moleques ficaram babando muuuito em cima dela, até eu fiquei constrangido.

No ônibus para caxambu reparei em uma estrutura de aço enorme, no meio de um estacionamento. Seguindo o conjunto de construções com o olhar vi o templo da Aparecida. Enorme e de gosto duvidoso, parece um playcenter religioso.