sexta-feira, julho 29, 2005

Sandwich

Os ingleses são um povo estranho, apesar da realeza, dos gramados impecáveis e do ritual do chá, eles não passam de bando de saxões. A civilidade de uma nação se mede pela sua culinária, e um povo que inventou o sandwich não pode ser civilizado.

Dentre todos os sandwichs o mais bárbaro é o churrasco com queijo. Pois não há a mínima possibilidade de civilização quando se come um bife no meio do pão, ainda mais com um monte de queijo, que insiste em escorrer para o lado contrário ao qual você está mordendo. O hambúrguer até que teve um bom começo. Ele surgiu no meio das hordas hunas que carregavam a carne no lombo do cavalo, debaixo da cela. Quando nem mesmo um huno conseguia mastigar essa carne, eles a moíam e faziam hambúrgueres. Mas surgiu o McDonald's, e a civilização absorveu o hambúrguer. Portanto à única ameaça à primazia bárbara do churrasco com queijo, é o lanche de mortadela.

O Brasil perdeu toda e qualquer esperança de ser civilizado quando inventou a feijoada. Já a Itália produziu um Michelangelo, um da Vinci, mas escorregou e criou a porpeta.

Ao contrário dos ingleses, os japoneses são civilizados até quando são bárbaros. Eles conseguiram fazer guerras, traições e assassinatos, tudo de maneira civilizada. Os japoneses conseguiram até civilizar a carne crua.