quinta-feira, setembro 08, 2005

A menina do lado



Filme de 1986 que conta a estória de um homem de meia-idade, jornalista que aluga uma casa de praia para escrever um livro, que se apaixona por uma menina de 14 anos. A menina é interpretada pela Flávia Monteiro, que na época tinha 14 anos. Um ótima escolha, ela tem aparência mesmo da garota do bairro, magricela, bonita, mas não muito. Segundo o site da Isto É Gente, ela viu uma nota no "O Globo" e se increveu para o teste. “Minha mãe me levou, escondida do meu pai. Passei nos testes de foto e de vídeo e, quando fui aprovada, o diretor me explicou como era a personagem”. Ela foi aceita, mas teve que pedir autorização para o pai: “Fiz uma reunião de família e chamei minha avó para segurar a fera. Ele acabou consentindo e me levou ao psicólogo, antes de começarem as filmagens.".

As cenas de sexo são boas, a roteirista teve que diriger a menina, que era virgem. “Havia uma cena de sexo mais intensa e ela me fez correr de um lado para o outro, para ficar com a respiração ofegante”, diz a atriz. Essa mesma atriz fez depois a Prof. Helena da novela Carrossel do SBT e recentemente posou para a Playboy. Mas na época atual de policiamento sobre tudo que pode significar pedofilia a revista so explorou o aspecto da professora do Carrossel, pouca referência ao filme.

Curioso notar a falta de moralismo do roteiro, me faz pensar na cultura brasileira, tropical e menos moralista, pelos menos a parte da cultura brasileira que fazia filmes na decada de 80. Em olita o protagonista se fode, no mais recente "Menina Santa", rodado na Argentina o protagonista só encoxa a menina e se fode.

De resto a estória é bem linear e sem grandes surpresas.